AMAZON

Carta-bomba enviada à embaixada da Ucrânia em Madri fere funcionário

Funcionário da Ucrânia que abriu a correspondência foi levado ao hospital, com ferimentos leves. Caso acendeu alerta a diplomatas

Por Ana Flávia Castro em 30/11/2022 às 20:14:11

Uma correspondência contendo uma bomba caseira explodiu na embaixada da Ucrânia, em Madri, na Espanha, nesta quarta-feira (30/11). A informação foi divulgada pela polícia espanhola, e acendeu um sinal de alerta a diplomatas ucranianos em todo o mundo.


De acordo com as autoridades locais, o funcionário que abriu a carta teve ferimentos leves e foi levado ao hospital. A polícia isolou a área da embaixada, situada numa zona residencial ao nordeste da capital espanhola, e confirmou que investiga o ocorrido.


Oleh Nikolenko, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia, informou a agências internacionais que o material explosivo estava dentro de um envelope, entregue como parte de uma correspondência. A carta estava endereçada ao embaixador no país, mas foi aberta pelo funcionário no jardim da residência oficial.


"O gerente teve ferimentos leves, foi hospitalizado e está recebendo os cuidados médicos necessários. A vida dele não está em perigo. Ele disse que nenhum outro funcionário da embaixada foi ferido", afirmou.


O ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, pediu que as embaixadas da nação em todo o mundo reforcem as medidas de segurança.


Ele cobrou, ainda, que as autoridades espanholas se empenhem em encontrar os responsáveis pelo ato. E prometeu que o episódio "não irá intimidar diplomatas ucranianos, tampouco interromper o trabalho diário no fortalecimento da Ucrânia durante o combate à ofensiva russa".




Texto: Ana Flávia Castro

Foto: Carlos Lujan/Europa Press via Getty Images





Fonte: Metrópoles

Comunicar erro
AMAZON 2

Comentários

AMAZON 3