amazon 1

Ricardo Nicolau foi o deputado que mais ajudou a saúde do Amazonas no primeiro semestre do ano

Deputado estadual faz balanço positivo do mandato e destaca ações na segurança pública, no desenvolvimento do interior e na defesa da ZFM

Por Assessoria de Comunicação em 02/08/2022 às 16:57:47

O deputado estadual Ricardo Nicolau (Solidariedade) encerrou o primeiro semestre deste ano na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) como o parlamentar com o maior volume de investimentos e emendas destinadas para o sistema público de saúde do Amazonas. No mesmo período, o deputado também se destacou pelas lutas em favor da Zona Franca de Manaus (ZFM), por melhorias na segurança pública e por mais recursos para os municípios do interior.


Este ano, Ricardo Nicolau é o parlamentar que mais enviou emendas para a √°rea da saúde, foram 41 ao todo, somando mais de R$ 4,6 milhões em recursos nos quatro primeiros meses de 2022. No ano passado, as emendas do deputado para o setor ultrapassaram R$ 5 milhões, maior montante dentre os 24 parlamentares. Os dados fazem parte de um relatório divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES-AM).




"Em toda a minha trajetória como deputado, sempre fiz tudo que esteve ao meu alcance para ajudar a mudar a realidade do Amazonas. As emendas são importantes e servem para que os deputados também possam "executar" ações no Estado. Entretanto, se não houver uma boa administração, não h√° investimento que consiga resolver os problemas das pessoas. O que falta é gestão", ressalta Ricardo Nicolau.


Boa parte dos recursos foram reservados para o combate ao c√Ęncer do colo do útero. As emendas de Ricardo Nicolau irão custear a realização de exames ginecológicos preventivos, preferencialmente, por meio líquido, para mulheres de todos os 62 municípios amazonenses. A ideia é contribuir para o diagnóstico precoce da doença e tirar o Amazonas do topo do ranking nacional de mortes por esse tipo de neoplasia.


Para fortalecer a prevenção da doença que mais mata mulheres no estado, o deputado garantiu R$ 3,2 milhões para a construção e equipagem completa do Centro Avançado de Prevenção do C√Ęncer do Colo do Útero do Amazonas (Cepcolu), um anexo da Fundação Centro de Controle de Oncologia (FCecon). Idealizado pela médica ginecologista Mônica Bandeira de Mello, o espaço foi projetado para fazer o tratamento ambulatorial de lesões pré-cancerosas.


No decorrer do semestre, Ricardo Nicolau fez uma série de fiscalizações na rede estadual de saúde. Os Serviços de Pronto Atendimento (SPA) Danilo Corr√™a e Joventina Dias, o Hospital da Criança da Zona Leste e o Instituto de Saúde da Criança (Icam) foram algumas das unidades que receberam novos investimentos de emendas para a compra de equipamentos e melhoria do atendimento.


"É extremamente importante fazer uma mudança radical na metodologia, na forma de atender e de fazer saúde. Não d√° mais para aguentar tanta defici√™ncia no sistema público, o que causa mortes e sequelas pela falta de equipamentos, cirurgias e pela falta, acima de tudo, de humanidade", enfatiza o deputado.


Intervenção na segurança


Após o Amazonas se tornar, comprovadamente, o único estado do País a registrar alta nos números da viol√™ncia, de acordo com o mapa da viol√™ncia, Ricardo Nicolau deu entrada, em março, no Requerimento n¬ļ 577/2022, que pede a intervenção federal no sistema de segurança pública do Estado. De acordo com o parlamentar, o governo do Amazonas perdeu o controle do gerenciamento das forças de segurança.


"Nos últimos tr√™s anos, o governo gastou quase R$ 6 bilhões na segurança e, mesmo assim, o Amazonas segue na contramão do País com esse aumento de 52% das mortes violentas. É inadmissível que, mesmo com tanto dinheiro, o nosso estado seja destaque negativo na imprensa nacional e internacional. Em Manaus, a população sofre com os assaltos em ônibus e nas ruas. No interior, indígenas e ribeirinhos convivem com a ação dos garimpeiros e narcotraficantes. É uma explosão generalizada da viol√™ncia", ressalta.


Luta por investimentos no interior


No primeiro semestre de 2022, Ricardo Nicolau deu prosseguimento à agenda de viagens aos municípios para mobilizar apoio em torno da aprovação de sua Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que estabelece a divisão de 100% do dinheiro do Fundo de Fomento ao Turismo (FTI) entre todas as 61 cidades do Amazonas. Os recursos, que devem superar R$ 1,6 bilhão este ano, t√™m sido desviados para pagar contas de outras √°reas do governo, como publicidade e sistema penitenci√°rio.


"O interior precisa de investimentos sempre e não só em ano eleitoral. Esse dinheiro deveria estar sendo usado para resolver problemas, como asfaltar as cidades, acabar com a buraqueira da AM-010 e gerar emprego e renda. O interior est√° abandonado. O governador Wilson Lima est√° no quarto ano de mandato e não fez nada para resolver", ressalta o parlamentar, que levou a PEC a municípios como Novo Aripuanã, Manicoré, Presidente Figueiredo, Barcelos, Santa Isabel do Rio Negro, São Gabriel da Cachoeira, Itacoatiara, Tabatinga e Benjamin Constant.


Defesa da Zona Franca


Partido de Ricardo Nicolau, o Solidariedade foi a única legenda a entrar com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) na Justiça contra os decretos federais que ameaçavam a exist√™ncia da ZFM e os mais de 500 mil empregos diretos e indiretos gerados pelo modelo econômico. No plen√°rio da Aleam, o deputado comemorou as duas vitórias j√° obtidas pela medida no Supremo Tribunal Federal (STF) e na Procuradoria-Geral da República (PGR).


"Foram vitórias muito importantes para o Amazonas, que foram possíveis graças à ação do nosso partido. É uma prova do compromisso do Solidariedade com o nosso estado. Não ficamos de braços cruzados como fez o governador; nós agimos e vamos continuar vigilantes para atuar contra qualquer tipo de ataque ao nosso modelo econômico", assegura.


Números do semestre


Presidida por Ricardo Nicolau, a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) da Aleam também teve fluxo intenso de atividades e segue como a segunda comissão que mais emitiu pareceres técnicos e recebeu projetos. Além de duas audi√™ncias públicas com a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) para avaliar o cumprimento das metas fiscais do Estado, a CAE fez o encaminhamento de 248 proposições e liberou 137 pareceres favor√°veis entre janeiro e julho deste ano.


Como parlamentar, Ricardo Nicolau atuou como relator de 81 matérias legislativas. Fez 38 requerimentos, 12 Projetos de Lei (PL), um Projeto de Resolução Legislativa (PRL) e 15 pronunciamentos durante as sessões plen√°rias. Entre os projetos aprovados neste ano, o destaque é o PL n¬ļ 638/2021, que obriga as empresas de internet a manterem pelo menos 80% da velocidade de conexão (download e upload) contratada pelo cliente.



Fotos: Marcelo Cadilhe

Fonte: Aleam

Comunicar erro
AMAZON 2

Coment√°rios

AMAZON 3