AMAZON

Prefeitura Manaus segue avançando na Saúde e mantém o primeiro lugar no ranking do Previne Brasil

Por Andréa Arruda em 04/06/2022 às 10:56:24

O prefeito David Almeida anunciou no início da noite desta sexta-feira, 3/6, que Manaus está, mais uma vez, no primeiro lugar entre as capitais no ranking do Previne Brasil, programa nacional que avalia o desempenho e a qualidade dos serviços de Atenção Primária em Saúde (APS) oferecidos pelos municípios.


A informação foi divulgada pelo Ministério da Saúde e mostra que Manaus recebeu 7,74 no Índice Sintético Final (ISF), a maior nota entre as capitais, ficando à frente de Maceió (6,82), Curitiba (6,80), Florianópolis (6,49), Rio de Janeiro (6,23), Natal (6,16), Porto Alegre (6,07), Brasília (6,01), Campo Grande (5,74) e Palmas (5,65) na lista das dez cidades com maior pontuação. A nota se refere ao período de janeiro a abril deste ano.


"Estou muito feliz com esse resultado e quero parabenizar os melhores servidores de saúde básica do Brasil", comemorou o prefeito em vídeo gravado para as redes sociais.


David Almeida agradeceu ao secretário Djalma Coelho e também à ex-secretária Shádia Fraxe, na gestão de quem Manaus foi líder do Previne Brasil pela primeira vez. "Manaus continua sendo destaque em todo o país com relação aos seus índices de qualidade em atendimentos de saúde básica. Muito obrigado pelo trabalho de todos. Temos muito o que comemorar", disse o prefeito.


O secretário municipal de Saúde, também celebrou os resultados e destacou que os avanços do município neste setor refletem o compromisso da gestão em ofertar os melhores serviços à população e também ao envolvimento das equipes da Estratégia Saúde da Família e de Atenção Básica, que executam os serviços na ponta. "Para isso, temos aprimorado nossas ferramentas de planejamento, com o uso de tecnologia para o registro mais preciso e a análise sistemática de dados, e temos investido na valorização do servidor", observou.


O ISF é a média do desempenho obtido nos sete indicadores do Previne Brasil, que contemplam as áreas de saúde da mulher, pré-natal, saúde da criança e doenças crônicas. Além de avaliar a qualidade dos serviços de atenção primária oferecidos aos usuários do sistema público, os resultados obtidos por cada município são utilizados como base de cálculo para o financiamento das ações de saúde.


A avaliação é feita a cada quatro meses e considera a proporção de: gestantes com pelo menos seis consultas de pré-natal, sendo a primeira realizada até a 12ª semana de gestação; de gestantes com exames para sífilis e HIV; de gestantes com atendimento odontológico realizado; de mulheres com coleta de exame citopatológico na APS; de crianças de 1 anos de idade vacinadas com a pentavalente e contra a poliomielite; de pessoas com hipertensão, com consulta e pressão arterial aferida no semestre; e de pessoas com diabetes e hemoglobina glicada solicitada no semestre.


O Ministério da Saúde estabeleceu que resultados acima de 7 na média desses indicadores garantem aos municípios o Selo de Qualidade em Atenção Primária à Saúde. "Manaus é bicampeã e nosso desafio é seguir no topo do ranking", garantiu o secretário.



Texto - Andréa Arruda / Semsa

Foto – Dhyeizo Lemos / Semcom

Fonte: Semsa

Comunicar erro
AMAZON 2

Comentários

AMAZON 3